A indústria química melhora seus processos a cada dia mais, com diversas inovações que aumentam a precisão, o tempo de resposta e a qualidade dos produtos.

A instrumentação na cadeia produtiva diz respeito à um conjunto de momentos e processos indispensáveis, tanto na indústria química como em qualquer outra indústria moderna, quando se quer buscar melhores resultados no setor.

Sua finalidade consiste em transformar variáveis físicas que sejam interessantes em dado processo em uma medida interpretativa, que servirá para diversas finalidades.

Com a crescente demanda por novos produtos, ou que substituam os antigos de forma a serem mais sustentáveis, ou que resolvam novos problemas que surgem no dia-a-dia, cada vez mais se incorpora novas tecnologias às indústrias para que esses objetivos sejam alcançados.

Conjuntamente, a complexidade e a diversidade da indústria aumentam a cada momento, demandando cada vez mais, melhores equipamentos, com mais precisão e exatidão, para maximização dos processos.

A instrumentação é importante para o controle dos processos, tendo em vista que algumas ferramentas de medição podem servir para controlar algum ambiente ou processo da indústria que sofra algum tipo de perturbação do ambiente externo, mantendo os valores e medidas desejados naquele momento.

 

Importância da medição para a indústria química

A metrologia química é indispensável para confiar credibilidade nos processos de medições químicas. Ela incide diretamente em grande parte da cadeia produtiva, contribuindo enormemente para a competitividade dos produtos, conferindo-os qualidade e aumentando o poder de inovação do empreendimento.

A instrumentalização da indústria diminui os custos, pois se trabalha com maior acurácia e eficiência; aumenta a produtividade e garante melhores produtos para os consumidores, atendendo à normas cada vez mais rígidas de controle. Os instrumentos de medição são os resultados diretos das técnicas de instrumentação. Eles controlam e avaliam os processos da indústria, interpretando dados de medições nos processos.

Seu principal objetivo é o máximo desempenho, buscando melhoria contínua nos processos. Isso envolve, obviamente, a melhoria nas questões técnicas referentes à segurança, tanto do capital físico, quanto do humano.

Especialmente para a indústria química e seus processos altamente metódicos, complexos e calculados, é extremamente necessário se fazer uso de instrumentos de medição e controle, justamente para evitar excessos, perdas e falhas no sistema, ocasionando grandes perdas e danos.

 

Principais instrumentos utilizados para medição

Alguns instrumentos dos listados abaixo são de amplo conhecimento público, dada sua alta utilização em diversos setores da indústria química e outras. A calibração desses instrumentos é indispensável para a obtenção de precisão e de melhores resultados nos processos em que estão analisando.

 

Alguns dos instrumentos mais utilizados na indústria química são:

·         Transmissores

Os transmissores de pressão têm como objetivo medir a variação de pressão de dado ambiente, a fim de monitorar e controlar aquele processo;

·         Manômetros

Semelhante aos transmissores, os manômetros também são responsáveis por auferir valores legíveis de pressão.

Os manômetros utilizados na indústria são mais resistentes e possuem mais recursos, dada a complexidade do empreendimento.

Existem os manômetros de baixa pressão e os de alta pressão. Os primeiros, são comumente utilizados em locais menos complexos e de baixa pressão, como o próprio nome sugere, como tubulações de gás e compressores de ar.

Enquanto os manômetros de alta pressão são empregados em sistemas com maiores pressões, como bombas à diesel, por exemplo.

·         Vacuômetros

“Vacuômetros podem medir o vazio”. Estranho pensar nisso, mas o vacuômetro tem essa capacidade. Diz-se isso pois ele aufere medidas com pressão menor do que a atmosférica. Além disso, pode medir nível e vazão.

O vacuômetro analógico funciona com um manômetro, enquanto o digital funciona independentemente, possuindo um visor para mostrar a medição.

·         Pressostatos

Os pressostatos também medem pressão, sendo que sua principal finalidade é a de assegurar a integridade das máquinas, uma vez que seus mecanismos e sensores, ao identificar uma pressão exagerada (subpressão ou sobrepressão), podem regular o equipamento.

·         Termopares

Termopares são sensores inteligentes que medem a temperatura dos equipamentos e máquinas industriais.

Existe uma série de tipos de termopares diferentes, cada um com uma aplicação. Entretanto, seu principal modus operandi consiste em dar a possibilidade de verificar uma diferença de potencial caso haja alguma diferença de temperatura.

 

Não há indústria química sem instrumentação

Podemos observar a importância que esses equipamentos possuem na indústria química, podendo calcular grandezas de suma importância para o setor, como temperatura, pressão, vazão, nível, corrente, potência, etc.

Com suas funções de regulagem e medição, esses instrumentos acabam por ajustar os processos, de forma que fiquem cada vez mais eficientes, atingindo melhores desempenhos e barateando os processos de produção. Hoje, torna-se missão impossível pensar em indústria química e todos os seus níveis de precisão e qualidade exigidos sem o emprego desses e de outros instrumentos, que são os que garantem a confiabilidade e a segurança para a indústria.